quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Nightmare...


Hi everyone!!
Desculpem o sumiço! Andamos em estado de choque. Como o título do post fala, estamo vivendo um pesadelo diário...rs! Wake us up please!!!!
Vocês se recordam que comentei que o curso deixava um pouco a desejar? Pois é. Deixa e muito. No começo eu achei que iria conseguir lidar com a falta de organização da escola mas as coisas só pioram a cada dia.
Começa pelo fato: antes de me matricular perguntei como o curso funcionava. Me disseram 4 semanas de curso e a última seria prática. Primeiro dia de aula: "vou entregar este material para vocês e em pares vocês darão aulas no período da tarde. Não se preocupem, não vou esar na sala." Como assim vamos dar uma aulinha e ninguém vai observar? Tudo bem. É até melhor mesmo para sentirmos como vai ser. No fim das aulinhas: "A partir de amanhã vocês terão 35 minutos para dar uma aula deste material aqui." O quê? Amanhã? Mas, e a teoria? Confesso que não nos preocupamos muito pq já temos certa experiência. Depois da aula vem a sessão de feedback. Nossa professora tem até um jeito bem gentil de falar o que não fizemos corretamente. Mas, a pergunta é: como é que eu vou saber o que ela quer que eu faça, como é o jeito da aula aqui no Canadá se ainda não fomos expostos a este conhecimeto?
Chegou a sexta-feira. O diretor de estudos nos dá algumas aulas teóricas (que acontecem sempre pela manhã). No final da aula ele disse. "Aqui está o primeiro trabalho escrito valendo nota. Não se assustem se vocês tiverem que refzer pq 95% dos trabalhos são rejeitados." Agora, me diga caro leitor: se existe 95% de rejeição, aonde está o problema? Aonde? Comigo não está. Fui para casa extremamente motivada, né? O professor te passa uma tarefa e já te diz que vc vai fracassar. Great! Mais boas notícias: "na semana que vem, vocês darão aulas para alunos de verdade." E eu perguntei: quantos alunos tem na turma? Ninguém sabe. São aulas gratuitas e eles avisam os alunos da própria escola que já estudam pela manhã. Tudo bem. Qual é o nível? O Victor pegou iniciante e eu intemediário. Chega o dia. Todos tinham preparado aulas com o data show. Ah! Mas ficamos sabendo que as aulas seriam ao mesmo tempo e que a turma seria dividida. E agora? Sobe e desce o elevador para dividirmos o data show e acabou que uma prof não conseguiu usar. Turma do Victor: 3 alunos (um era avançado, um básico e um intermediário). Minha turma: 2 básicos e 2 intermediários. Detalhe que 30 min depois de eu eperar os alunos chegarem, a minha prof foi atrás de gente para sevir de cobaia pq ela percebeu que ninguém apareceria. E veio o feedback. Um fracasso total. Eu havia preparado uma aula para intermediário mas os alunos não conseguiam abrir a boca, não sabiam o significado da palavra "lifestyle" (tópico da aula) e o desastre estava armado. No final, a culpa foi minha, eu ñão consegui lidar com a situação. Para completar: a professora no final disse: "Obrigada pela paciência de vcs. Voltem amanhã, tá? E tragam amigos, quantos puderem!" E eu preciso falar mais alguma coisa?
O feedback na turma do Victor foi de filme de terror. O chefe do departamento de treinamento de professores é o observdor. O grupo deles ouviu coisas do tipo:
-"Gramática? Bull shit!!! Nunca ensinem gramática. Aluno só aprende repetindo."
-"Essa sua metodologia pode até ser boa. Lá na Coréia. Porque aqui não funciona."
-"Go to the hell!" Não lembro qual foi o contexto...
-"Você, fulana (uma aluna que é um doce), use o seu nome coreano pq este nome que vc usa faz com que as pessoas façam piada de você.
-" Vocês tem que melhora esta pronúncia. Uictor, você não pronuncia o H corretamente. Detalhe: ele mesmo não consegue pronunciar o V. Usa o U.
Fomos pra casa em choque. Eu não conseguia abrir a boca. Agradeço a Deus todos os dias por ter um marido maravilhoso e forte emocionlmente. E vim para casa ouvindo: "Não liga para isso, você é uma profissional execelente. Amanhã eles vão ouvir."
E ouviram. Victor foi para a sala do diretor e colocou tudo para fora da maneira mais educada. E ouviu:
"-Isso já aconteceu outras vezes. Mas ele é um excelente teacher trainer. O data show? Temos 4 na escola! O exercício? Sabemos que tem problemas mas ainda não deu tempo de adaptar..."
Na sala de aula um silêncio. Ninguém abria a boca. Eu, que era uma das mais participativas e acabava estimulando as corenas, estava em choque. Só pensava em levantar e ir embora. A prof perguntava e ninguém respondia. E então resolveu perguntar: O que aconteceu? Vocês estão tão diferentes hoje! Quem pergunta quer saber e o Victor falou tudo pela segunda vez. Ela se mostrou muito aberta mas a falta de organização é irritante. Mas, para eles, parece estar tudo bem. O material para preparamos a aula é entregue 1 dia antes e ela vai tirando a cópia na hora e distribuindo e as vezes entrega de um para o outro, uma zona de papel.
Hoje, quarta-feira, nosso amigo desbocado chegou na sala super sorridente, falando com todo mundo, oferecendo biscoito doce e até nos deu uma aula sobre como ensinar gramática. Mas, ele é agressivo, falou para uma aluna corena: Que sotaque é esse? Por que vc fala desse jeito? Para as coreanas, o professor é uma autoridade e elas jamais ousariam discordar ou reclamar de algum deles. mas, no final, agradeceram ao Victor e disseram que concordavam com tudo o que ele havia falado.
Pra mim acabou. Não adianta. Hoje mesmo a professora falou: apesar de ainda não termos estudado as técnicas de leitura, vc deveria ter feito isso, isso e isso. Como é que eu vou saber o jeito deles de fazer a atividade se isso não foi abordado? É um exercício diário de lidar com a frustração. É impressionante. Vamos jogar o jogo deles pq não temos outra saída. O curso está pago e nunca rasguei tanto dinheiro junto na vida. Sinto que estou comprando um certificado. Pelo menos, é obrigatório para um mestrado em ESL. Este post deve estar enorme... tentei resumir ao máximo! Devo até ter esquecido de mencionar alguma outra barbaridade. Mas, já deu para desabafar. esperamos ansiosos a hora de acordar!! Rs!
Beijks em todos
Carina & Victor

18 comentários:

  1. Imagino a revolta que vocês estão sentindo.

    E a vida segue...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia Carina!
    E o pior é ter estômago para aguentar tudo isso,até o fim da "budega"né?
    Ninguém merece!!
    Amiga...transmuta tudo isso bem! rsrsrs
    Deus é + !
    *Óh...a ingrata aqui, quer te agradecer mais um vez,pelas dicas das caixas tá? Já comprei tudo certinho e já estou fazendo uma triagem, pois qdo nosso apto for vendido, não quero levar "tralhas" comigo...então a hora é agora! ha!ha!
    Bjus de LuzZ!
    Bia

    ResponderExcluir
  4. Que absurdo, Carina! Na verdade, absurdos!
    Imagino como vocês devem estar se sentindo - ainda mais o Victor, que é todo organizado, prático, direto ao ponto...
    Bom, como vocês não têm saída, acho que o melhor é realmente aguentarem firmes só pelo certificado mesmo. De fato vocês são ótimos profissionais e, uma vez que consigam entrar no mercado, vão arrasar!

    ResponderExcluir
  5. Oi Carina, já leio seu blog a algum tempo!
    Que coisa chata né.......na verdade que loucura!!!
    Sinto muito vc estar pasando por isso...Quando a gente não sofre por causa dos alunos sofre por causa dos outros professores...
    Feche os olhos que vai passar rápido!!!rsrsrs
    No final quando vc já estiver com seu diploma na mão pergunta onde eles estudaram e recomenda uma leituras básicas pra eles como Paulo Freire....rsrsrs
    Um grande abraço, tudo de bom pra vcs e estamos sempe na torcida!!!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Qual é o nome da escola? Vou pra calgary, mas quero passar longe se tiver uma unidade lá.
    Sucesso!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Dearest Carina and Victor,
    Just remember you're excellent professionals, hold tight to your principles and don't let all of this discourage you. Bj e abraço ;-)

    ResponderExcluir
  8. Oi Carina, eu sei que deve ter sido bem frustrante, mas tente encarar como uma aventura, um aprendizado. Tá dando errado? mas vai servir de experiência, até mesmo pra vc compartilhar no seus futuros empregos. Tenho certeza que vc é uma excelente professional, o tal curso só serve pra te ajudar a exercer a profissão aí, se tem que passar por ele, que passe, afinal, é algo temporário...bjs

    ResponderExcluir
  9. Nossa, Carina, comentei na Thomas sobre o seu psot no Facebook e todos estão em choque!!! Lendo seu blog agora estou sem palavras! Mas olha só, todos sabemos que vocês são ótimos profissionais, mas é claro que passar por esse stress todo é muito, muito ruim, uma pena que a International House tenha se tornado isso aí. Não se deixe abater por um bando de sei lá o que que se julgam profissionais. Profissionais são você e o Vitor. Já já acaba e aí é outra história, página virada. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oh darling....
    Fica chateada não. O professor é grosso pq nunca teve a capacidade/interesse de lecionar como vocês... Eu não vi a aula, mas tenho certeza que foi 10 zilhões de vezes melhor do que a aula do indivíduo... Cabeça erguida e bola pra frente. Seus aluninhos (os de verdade, e não os fake que a mulher arrumou) vão amar vocês!!!
    Saudades...
    bjinhus =***

    ResponderExcluir
  11. CARINA E VICTOR, NÃO ESQUENTEM MUITO , O NEGÓCIO É TORCER PARA O TEMPO PASSAR BEM DEPRESSA E ACABAR LOGO A MERDA DESTE CURSO. VOCÊS ESTÃO ESTRANHANDO PORQUE ESTÃO EM UM NÍVEL MUITO ACIMA DISTO TUDO. SÃO PROFESSORES MUITO BEM TREINADOS NA THOMAS JEFFERSON, QUE É UM SENHOR CURSO DE INGLÊS. ISTO DENOTA QUE ESTAMOS Ã FRENTE DESTE POVO POR AÍ. VIVA O BRASIL, VIVA A THOMAS FEFFERSON E VIVA VOCÊS. BOLA PRA CIMA POIS TUDO PASSA. E ESTE NIGHTMARE TAMBÉM PASSARÁ, COM CERTEZA.
    VOCÊS SÃO NOTA 10.

    ResponderExcluir
  12. "Que a sua coragem cresça com as adversidades. Não haveria Vontade se não houvesse resistência." Sri Ram.

    ResponderExcluir
  13. Oi Cá!
    Espero que já esteja mais calma!!!
    Confesso que dei risada quando abri seu blog e vi a cara do Fred Krueguer!! Parece que ainda há uma pitada de bom humor aí!
    Don't worry, vai passar, já se foi metade do curso.
    Já te contei a história do "falta menos"?
    Depois te conto por email!
    Beijos e cheer up!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. em que escola é isso ?! OMFG ! achei que as coisas eram mais organizadas e as pessoas mais educadas.

    ResponderExcluir
  15. Poxa Carina! Que coisa chata! Frustrante!!!
    Mas não desistam não... Tentem, durante as aulas, pegar dicas com os professores... Veja se tem como vcs assistirem um dia de aula numa escola (nem que vcs façam isso só), enfim, não desistam!
    Bjs, Lu

    ResponderExcluir
  16. Não dá nem pra comentar!
    Arapuca tem em todo lugar, gente incompetente também. Pior, no comando...
    Logo vcs pegam o certificado e vão trabalhar, esse é o objetivo!
    Vida nova, trabalho novo, tudo virá ao seu tempo e vcs serão muito felizes na "vida nova".
    Mil bjs
    Cristine

    ResponderExcluir
  17. Gente
    Só vi hoje. Q palhaçada. Sinto muito... Vcs estavam tão empolgados.
    Mas, não desanimem. De uma forma ou de outra, todos sofremos aqui
    no começo. Mas, c o tempo as coisas vão se ajeitando. No fim,
    esses problemas apenas nos fortalecem, e nos levam em busca de jm
    novo caminho. Fiquem firmes.

    ResponderExcluir
  18. Guys, vcs fazem muita falta por aqui na Thomas. Kinda lonely in the teacher's room.... Mas é isso... De fato a Thomas é um centro de excelência e com certeza o lugar mais organizado que todos nós ever trabalharemos. Isso é fato. Então, não levem essa coisa tão a sério. Parece piada mesmo! Consigam o diploma e partam para o mestrado. Tenho certeza que a frustração não será tão grande. Abraços.

    ResponderExcluir